O amor de George R.R. Martin pelas HQs

Publicado em: 11/05/2018


George R.R. Martin é um escritor apaixonado por histórias em quadrinhos. Como já noticiamos por aqui, o autor considera que seu primeiro trabalho publicado seja uma carta de fã endereçada à Marvel Comics, em 1963. Ele inclusive participou de um recente documentário do History Channel sobre super-heróis, onde revela sua relação com a seção de cartas nas revistas do Quarteto Fantástico e Vingadores:

Nesse aspecto, Martin é muito parecido com a maioria de nós e jamais poupou esforços em se fazer ser ouvido por seus autores favoritos. Em seu blog, o escritor enaltece constantemente os personagens de quadrinhos que acompanha. Listamos a seguir algumas indicações de leitura interessantes compartilhadas por ele.

 

 

 

 

MS. MARVEL

Introduzida nas HQs pela primeira vez em 2013, é uma das personagens mais interessantes de revistas em quadrinhos dos nossos tempos. Quebrando padrões, Kamala Khan é uma protagonista adolescente, muçulmana e de origem paquistanesa que descobre que tem poderes sobre-humanos e luta contra o crime na cidade de Nova Jersey.

A tempo de revelar seu parecer em relação aos indicados do Hugo Awards, Martin falou sobre a heroína.

“Uma visão totalmente nova sobre a personagem (na verdade, uma personagem totalmente nova com um nome antigo), uma charmosa nova adição ao universo Marvel.”

 

HOMEM FORMIGA

Num post no blog, Martin contou que o blockbuster estrelado por Paul Rudd é um filme muito interessante, observando que o Homem-Formiga tem força como história de origem e é divertido na medida. Ele compara favoravelmente com a adaptação de Os Vingadores, escrevendo que a ação nunca sobrecarrega o enredo:

“Eu acho que HOMEM-FORMIGA tem um equilíbrio adequado entre história, personagem, humor e ação. Alguns críticos estão o chamando de melhor filme da Marvel de todos os tempos. Eu não irei tão longe, mas está no topo do ranking, talvez perdendo apenas para o segundo filme do Homem-Aranha com Sam Raimi + Tobey McGuire, aquele com o Doutor Octopus. Eu gosto da maioria dos filmes da Marvel, com certeza, e ainda sou um fanboy da Marvel de coração (Excelsior!), mas eu gostei mais do que o primeiro VINGADORES e muito mais do que o segundo, mais do que o THOR, mais que o segundo e terceiro HOMEM DE FERRO e talvez só um pouquinho a mais que o primeiro (entretanto eu também gostei muito daquele).”

Na mesma postagem, ele aponta uma crítica aos filmes da Marvel como um todo: o desenvolvimento de seus os vilões, mostrando-se estar cansado de filmes da Marvel onde o bandido tem os mesmos poderes que o herói.

“O Hulk lutou contra o Abominável, que é apenas um Hulk mau. Homem-Aranha luta com Venom, que é apenas um Homem-Aranha mau . O Homem de Ferro luta contra o Monge de Ferro, um homem de ferro mau. Bocejo. Eu quero mais filmes em que o herói e o vilão tenham poderes diferentes. Isso torna a ação muito mais interessante”.

 

DOUTOR ESTRANHO

Em algumas entrevistas, Martin já declarou que, se tivesse o privilégio de escrever para Marvel, gostaria muito que fosse uma história sobre o Doutor Estranho.

“Doutor Estranho provavelmente era meu personagem favorito … bem, ele e Homem-Aranha, ambos desenhados por Steve Ditko, cuja arte eu amava. (…) O quanto eu amo Doutor Estranho? Bem, deixe-me dizer, um dos personagens que criei nos fanzines dos anos 60 se chamava Doctor Weird, Doutor Esquisito. Ou seja… (…) O filme não é o melhor filme de super-herói da Marvel, como eu esperava que fosse… é meio mais do mesmo, eu diria … mas ficou ótimo, fez justiça ao personagem e teve algumas cenas que ficaram a cara de Steve Ditko.”

 

O ESCULTOR

Premiada graphic novel, O Escultor conta a história de David Smith, homem a quem a Morte oferece 200 dias de vida em troca do poder de esculpir qualquer coisa que possa imaginar. As coisas se complica ainda mais quando David se apaixona. Do blog:

“Eu não li graphic novels o suficiente para saber com certeza que O ESCULTOR de Scott McCloud foi a melhor de 2015. Mas é tão boa, tão original e tão humana, que imagino que esteja entre as melhores.”

 

SAGA

Numa reportagem especial de uma TV alemã, George levou a atriz Sibel Kekilli (a Shae de Game of Thrones) para um tour pela vida noturna de Santa Fé. Entre os passeios, Sibel foi levada até a Big Adventure Comics, notória loja de quadrinhos da cidade. Além de indicar seu próprio trabalho na versão em quadrinhos de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, George elogia Saga, graphic novel lançada em 2012.

Na história, que muitos rotulam como um encontro entre “Star Wars” e “As Crônicas de Gelo e Fogo”, Alana e Marko são dois soldados em lados opostos de uma longa e devastadora guerra intergaláctica que se apaixonam e lutam para garantir que Hazel, sua filha recém-nascida, continue viva.

Numa conversa com fãs na área de comentários, Martin também expôs que, apesar de adorar os personagens da Marvel, DC Comics e tantos outros, hoje em dia tem o privilégio de satisfazer todas as necessidades de “escrever super-heróis” com “Wild Cards”.

A editora LeYa publicou a versão HQ de A guerra dos tronosO cavaleiro dos Sete Reinos. Garanta a sua!


Compartilhe


Comentários