E se os personages de GoT gravassem discos?

Publicado em: 30/08/2017


A sétima temporada pode ter acabado, mas, como a gente bem sabe, the zuera never ends. Para dar uma aplacada nas lágrimas que não param de rolar desde a noite de domingo, a página Why the Long Play Face, dedicada a mashups entre capas de discos clássicos e referências da cultura nerd, promoveu uma, digamos assim, maratona Game of Thrones. (E, não, não tem Ed Sheeran.)

Os homens da Muralha tomaram o icônico muro dos Ramones. Esses aí são os punks originais!

 

Divas louras: Lana del Rey nasceu para morrer (Born to Die), mas Dany nasceu para comandar (Born to Rule).

 

O som do Led Zeppelin sempre foi incendiário. Nada mais apropriado então que um dos dragões de Daenerys (Viserion?) para ocupar a capa do primeiro disco da banda!

 

Todas as famílias têm seu lado negro… O símbolo da Casa Stark na capa de The Dark Side of the Moon, do Pink Floyd.

 

Sai So, do LP de Peter Gabriel, entra Snow. Mas permanece o olhar profundo…

 

Se Jon é Peter Gabriel, Arya é Phil Collins. Os Stark são um pouco como o Genesis: a família/banda se desfez e cada integrante traçou seu próprio caminho. Podemos não gostar de tudo o que eles fazem, mas respeitamos suas escolhas… Face Value (Valor do Rosto) virou Faceless Value (Valor sem Rosto).

 

O título certo para os cabelos certos: Hounds of Love, da Kate Bush, vira Hound of Love (Cão do Amor).

 

O que seria do rock sem The Beatles? O que seria de Game of Thrones sem The Starks? (Sobre a capa da coletânea 1967-1970.)

 

E, por fim, ninguém segura The HoDoors! (Sobre a capa de L.A. Woman, da banda The Doors.)


Compartilhe


Comentários